Canais de venda em tempos de Covid-19

belo-digital-blog-novos-canais-pandemia

Canais de venda em tempos de Covid-19

Com as economias “fechadas” e o consumo em quebra, todas as empresas, principalmente as de pequena e média dimensão, enfrentam desafios nunca antes vividos. E se a recessão mais recente foi dando sinais de que a economia mundial ia colocar grandes dificuldades à sobrevivência das mesmas, desta vez, a situação apanhou todos de surpresa.

Este repentismo paralisou grande parte dos negócios, muitos a 100%, principalmente os que dependiam de lojas físicas para escoar os seus produtos. Assim, nesta fase, o conceito mais importante para as empresas é a inovação. Novas formas de comunicar com os clientes, novos canais de venda para os seus produtos/serviços são alternativas para se manterem os negócios, apesar de, em muitos casos, representarem uma mudança radical.

Novas formas de comunicação

Criado com o objetivo de facilitar a comunicação entre clientes e empresas, o WhatsApp Business introduziu um conjunto de funcionalidades, permitindo um rápido contacto com atuais e novos clientes. Listas de contactos diferenciadas, tags para classificar clientes por áreas de atuação e interesses, criação de link direto para o WhatsApp Business, nas redes sociais, website ou e-mails, são algumas das vertentes que promovem um contacto direto com o cliente, sendo simples e eficazes.

Como as reuniões presenciais foram limitadas ao máximo devido à pandemia, as reuniões online ganharam maior expressão, sendo agora a forma preferencial de ligação. Emergiram um conjunto de plataformas, como o Zoom, o Google Meet, o Microsoft Teams e o Jitsi, e que, segundo muitos especialistas, são mais produtivas, pois o online leva a reuniões mais curtas e objetivas.

Em expansão estão ainda os chats online, onde os clientes podem contactar diretamente as empresas para esclarecer dúvidas, pedir informações ou até reunir para efetuar negócios. Existem diversas ferramentas que podem ser implementadas nos websites das empresas, simples e gratuitas, possibilitando a comunicação.

Novos canais de venda

Também os canais de venda sofreram com a pandemia. Sendo o contacto de proximidade algo a evitar, quem possui lojas físicas viu os seus negócios decaírem, pelo que as ferramentas tecnológicas podem aqui ser uma mais-valia para alavancar as empresas.

Optar por uma loja online é a primeira decisão que uma empresa pode tomar para escoar os seus produtos, constituindo um complemento à loja física ou, em alguns casos, um novo modelo de negócio. Para criar uma loja online, pode consultar os artigos Parte I – Loja online: como planear? e Parte II – Loja online: como desenvolver? .

Existem, no entanto, outras alternativas e soluções mais económicas, para quem ainda não deseja investir numa loja online, sendo mais adequadas a pequenos/médios negócios e para cliente final. O Facebook Commerce, por exemplo, permite às empresas ter uma loja na plataforma, com a vantagem de estar ligada diretamente a todos os seus seguidores. Também o Instragram Shopping permite um canal de vendas, que funciona muito bem no caso de negócios de vestuário, calçado, artesanato ou produtos de cosmética. No caso do Google Shopping, é necessário ter uma loja online, sendo que esta ferramenta serve para potenciar a promoção de produtos, quando se efetuam pesquisas no Google.

Este é, acima de tudo, o momento para as empresas pararem, reorganizarem o seu funcionamento, adotarem e adaptarem novas formas de comunicar e vender os seus produtos/serviços e procurarem novas oportunidades.

Se pretende uma loja online ou uma nova forma de comunicar com os seus potenciais clientes, a Belo Digital pode ajudá-lo. Contacte-nos.

/ Empresas, Informativo

Comentários

Sem Comentários.

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *